terça-feira, 31 de agosto de 2010

Filmes para se cagar de rir: COMANDO VERMELHO

Há poucos dias falei sobre o ótimo The Expendables (novo filme do Stallone), citando ele como um exemplo de ótimo filme de ação. Agora, pra gente rir um pouco, vou falar de um bonito exemplo de PÉSSIMO filme de ação: Command Performance, de 2009, que chegou no mercado nacional de DVDs com o nome Comando Vermelho. Prepare o seu coração: o filme é escrito, dirigido e estrelado por DOLPH LUNDGREN !!!! Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!

O filme é basicamente um rip-off de Duro de Matar, só que nada funciona. O "herói" protagonizado por Lundgren é risível, a ação é fuleira, o humor involuntário é recorrente e a história perde de dez a zero pra qualquer joguinho de videogame atual.

Na "trama", Lundgren é Joe (um nome tão limitado quanto o Q.I do personagem), baterista de uma banda de rock. Apesar dos 52 anos, Lundgren não se furta de ficar seminu o filme inteiro (mais ou menos como no filme do He-Man que ele fez nos anos 80, no qual ele usava praticamente só uma capa e um biquini). O pior é que todas as fêmeas que aparecem no filme, ainda que tenham menos da metade da idade de "Joe", sentem-se todas automaticamente atraídas sexualmente por ele. É, Lundgren realmente não tem vergonha na cara!

Bom, mas preste atenção nesse roteiro maravilhoso: o mongão Joe está com sua banda fazendo um show na Rússia, abrindo para uma estrela do pop americano (por que uma banda de hard rock abriria para uma cantora pop estilo Britney Spears é um mistério). Mas não é só isso: o PRESIDENTE DA RÚSSIA está presente no lugar, assistindo ao show com suas filhas adolescentes! E daí, é claro, é óbvio, é arquievidente, o que acontece? O que acontece? TERRORISTAS invadem o lugar e fazem todo mundo de refém! LÓGICO! O que mais poderia justificar a presença do Presidente da Rússia no show de uma fedelha cantora pop americana?!?

Os terroristas rendem e/ou fuzilam todo mundo, mas aparentemente eles têm merda na cabeça e esquecem de revistar os banheiros do local (lógico, afinal todos sabemos que ninguém vai no banheiro durante um megashow, não é?). Curiosamente, apesar das milhares de pessoas ali presentes, a única pessoa que estava no banheiro é o mocorongo personagem de Lundgren. Agora, adivinha quem é que vai enfrentar os terroristas e salvar o presidente russo e suas filhas? ADIVINHOU: Joe, o baterista!


Grandes momentos da película:

- Joe fazendo um solo de guitarra no último volume para ensurdecer os terroristas, que largam suas armas para colocar as mãos nos ouvidos (a pose rockstar de Lundgren, nesse momento, é um dos momentos mais constrangedores da história do cinema);

- Joe quebrando uma guitarra na cabeça de um terrorista e usando o braço quebrado da guitarra para atravessar a barriga de outro inimigo;

- Joe dizendo que odeia armas de fogo e, dez minutos depois, armando-se com uma quantidade de metralhadoras digna de impressionar até o Exterminador do Futuro;

- O confronto final com o líder terrorista, roubado na maior cara-de-pau diretamente do clássico Comando para Matar;

- A expressão facial de Lundgren, tentando do fundo do coração interpretar, na cena em que Joe dá de cara com dezenas de pessoas fuziladas.

Enfim, se você encontrar essa bomba num canto qualquer da sua locadora preferida, não perca a oportunidade de conhecer essa obra-prima do cinema de ação trash!

Fiquei assim depois de ver esse filme!

2 comentários:

Valdinei disse...

Caralho, me deu muita vontade de ver este filme!

O Caveira disse...

Bah, vê mesmo! De preferência depois de uma meia dúzia de latinhas de ceva, pro humor involuntário fazer ainda mais efeito hehehe.